Duas pequenas notas e não volto mais a estes assuntos (9)


1. Há aqueles que começam a apregoar o fim da blogosfera portuguesa. Dizem que está decadente e a desviar-se da democraticidade dos primeiros tempos, onde se procurava o debate de ideias e não o conflito (esta frase é uma clara referência a um texto de João Lopes, caso não tenham percebido). Concordo em parte que o debate de ideias tem diminuído muito na blogosfera portuguesa, mas ainda há excepções que, mesmo minadas por anónimos prontos a descarregar todo o seu fel, lá vão resistindo. Mas pergunto: quando é que houve um verdadeiro debate de ideias na blogosfera? Não podemos esquecer que os dinamizadores dos ditos blogues de referência são os mesmos que dinamizam a dita imprensa de referência (que isto em Portugal é tudo de referência). Chegaram ao mundo dos blogues numa tentativa de minimizarem os danos colaterais, numa tentativa de não perderem o pé, numa tentativa de manter tudo como estava. Não conseguiram. Razão? A blogosfera dá a hipótese de resposta imediata, de debate de ideias imediato, algo que não acontece na imprensa. E para isso eles não estavam preparados. Daí o declínio, o desgaste, a desmotivação. É que o debate de ideias é muito bonito, mas desde que seja o nosso debate sobre as nossas ideias.

2. O recente caso Freeport é, tão só e apenas, mais do mesmo. A este caso podemos juntar o do BPN, BCP e BPP. A justiça quer-se célere. E nós todos já conhecemos a celeridade da justiça portuguesa: todos os casos resolvidos entre os 5 e o 10 anos foram resolvidos à velocidade da luz. É um caso tão igual aos outros que já ninguém liga e pessoas como Luís Delgado chegam ao cúmulo de dizer, em directo na televisão, que neste país sempre houve “cunhas” (de acordo) e que só resta saber se esta foi uma “cunha benigna” ou uma “cunha maligna” (desculpe?). Não sei se uma cunha pode ser benigna ou maligna, mas sei que não deixa de ser um cancro.

2 comentários:

Victor Afonso disse...

Atenção que o texto de opinião do João Lopes não apregoava o "fim da blogosfera". O que ele chamou a atenção foi para uma certa "degradação da blogosfera" que produz efeitos nefastos. Claro que existem muitos blogues interessados na partilha de opinião e de ideias (o teu, por exemplo), mas muitos outros existem que apenas fomentam ruído e se dedicam ao insulto gratuito - como ainda há dias eu próprio fui alvo no meu poiso virtual.
Mas como tudo na vida, há que saber estar, saber escolher e saber partilhar...

Abraço,
VA

alex disse...

ah, não ouvi essa 'pérola' de sabedoria do delgado. obrigada pela partilha.