Fernando Assis Pacheco


Estremoz

Da janela via-se a praça.
As árvores, as pombas.
Os táxis torrando ao sol.

Cisma, sede, paixão
faltavas tu.


em A Musa Irregular, Lisboa: Assírio & Alvim, 2006, p. 217.

Sem comentários: