Um poema de E. Ethelbert Miller



Falta de Ar

Joelhos e memórias
é o que vai primeiro.
A dificuldade em andar
acompanhada pela incapacidade
de recordar. Caímos
e descobrimos a falta
de ar ou como a luz do sol
entra numa divisão só para ser
seduzida pelas sombras.


em Falta de Ar, tradução de manuel a. domingos, Coimbra: Medula, 2014, p. 19.

1 comentário:

Ana P disse...

"Roubei" este poema. Espero que me desculpe